Tags

, , , , ,

confess

 

Autora: Colleen Hoover
Romance / New Adult
Editora: Atria Books
Páginas: 320
Ano: 2015

 

Quando Colleen Hoover anuncia o lançamento de um livro, dou sempre pulinhos de alegria na certeza de que lerei um romance delicioso. Nessa linha de histórias super fofas, carregadas de drama e romance, voltadas para o público jovem-adulto e novo-adulto ela reina. Ninguém escreve esse tipo de romance como ela!

Confess conta a história de Auburn, uma garota que acaba de se mudar para Dallas – por um motivo que descobrimos aos poucos, com o passar das páginas – e precisa urgentemente conseguir um dinheiro extra para pagar alguns honorários. Eis que voltando para casa vê um anúncio de emprego no estúdio de pintura de Owen, que dá um empurrãozinho no destino e a contrata para o evento daquela noite. Apaixonar-se não está entre as prioridades de Auburn, mas ela não consegue evitar de sentir uma intensa conexão com Owen. Apaixonados, terão que tirar cada pedrinha do meio do caminho para ficarem juntos. (E com Colleen sabemos que as pedras não são tão leves assim)

Será que algum dia ficarei imune aos encantos dessa autora? Será que ficarei séria demais, um pouco amarga ou “adulta” demais para me encantar com seus personagens? Não são livros que, Oh!, vão mudar a minha vida. São histórias simples, que nas mãos de Colleen se transformam em magia, em linhas cheias de emoção, de amor e de superação, que tocam a gente lá no fundo da alma. E Confess não foi diferente!

Começa como uma história de amor comum, vamos lendo, gostando… e relaxamos. É aí que ela vem, lhe pega desprevenida e solta o drama. E me fez chorar! E sentir… e querer ajudar. Ela parece adorar colocar grandes responsabilidades em ombros bem jovens, faz sempre adolescentes virarem adultos antes do tempo, e isso deixa meu coração pequenininho, pequenininho…

A narrativa é feita em primeira pessoa, em capítulos que se alternam entre os pontos de vista de Owen e Auburn e, assim, conhecemos bem cada um deles. São personagens bem verossímeis, que, entre defeitos e qualidades, tem seus momentos de egoísmo. Sabe aquele ‘vou desistir de você porque é melhor para você’? Quando um livro tem algo desse tipo, ele geralmente me irrita bastante, pois não nos comportamos assim na vida real. E, felizmente, Colleen, não caiu nesse clichê.

Não poderia deixar de mencionar as pinturas e as confissões que recheiam esse livro. Que ideia maravilhosa! Não quero falar muito para não tirar a graça, mas lhes digo que as pinturas são cheias de expressão, condizentes com o momento em que estão inseridas, e as confissões são tão reais e, por vezes, tão cruéis, que nos pegamos revelando nossos próprios segredos em pensamento.

Por que não 5 estrelas? O final foi um pouco apressado, senti falta de mais algumas páginas explicando melhor alguns pontos e nos dando um gostinho a mais da linda história de amor que lemos. Uma confissão em especial paira no ar, apenas para o leitor, e, se por um lado isso tem lá seu fascínio, seu toque de mistério, por outro, pelo lado mais açucarado, queremos saber quais seriam as reações dos personagens com sua revelação, queremos que aquele momento exista, aconteça.

De qualquer forma, foi uma delícia relaxar em suas páginas, sofrer com seus dramas e me apaixonar por seus personagens. Uma tenra e delicada história de amor que merece ser lida por todos aqueles tem um açuquinha a mais no coração.

Minha opinião sobre essa autora pode ser suspeita, o fanatismo talvez me cega e o romantismo exagerado certamente leva toda a minha razão pro espaço, mas EU CONFESSO que assim quero continuar. Apaixonada, sempre!

4 Estrelas

confess 003 colleen hoover*** No final do livro tem todas as imagens reunidas e como os e-readers são em preto e branco, vale a pena abrir em outro aparelho para vê-las coloridas 😉

confess 002 colleen hoover

 

Sinopse: From #1 New York Times bestselling author Colleen Hoover, a new novel about risking everything for love—and finding your
heart somewhere between the truth and lies.

Auburn Reed has her entire life mapped out. Her goals are in sight and there’s no room for mistakes. But when she walks into a Dallas art studio in search of a job, she doesn’t expect to find a deep attraction to the enigmatic artist who works there, Owen Gentry.

For once, Auburn takes a risk and puts her heart in control, only to discover Owen is keeping major secrets from coming out. The magnitude of his past threatens to destroy everything important to Auburn, and the only way to get her life back on track is to cut Owen out of it.

The last thing Owen wants is to lose Auburn, but he can’t seem to convince her that truth is sometimes as subjective as art. All he would have to do to save their relationship is confess. But in this case, the confession could be much more destructive than the actual sin…