Tags

, , , , , , ,

Capa As luzes de setembro.indd
AUTOR: CARLOS RUIZ ZAFÓN
MISTÉRIO / JOVEM ADULTO / LIT. ESPANHOLA
EDITORA: SUMA DE LETRAS
PÁGINAS: 232
ANO: 2013
TRILOGIA DA NÉVOA #3

 

Zafón diz que seus quatro primeiros livros foram escritos pensando nas histórias que ele gostaria de ter lido aos treze anos. Apesar de concordar que são enredos juvenis, penso que são mais do que isso, são histórias que queremos ler na idade adulta, com um ar meio nostálgico, pensando que seria o que gostaríamos de ler na adolescência. São histórias que nos transportam aos treze ou quinze anos e, mesmo que não tenhamos vivido nada parecido com aquilo, facilmente nos identificamos com as sensações, os sabores e os medos. Dizer que as descrições de Zafón são perfeitas é quase um pleonasmo, pois, mesmo que o enredo não lhe convença ou lhe encante, não há como não delirar com suas minuciosas e poéticas palavras ou se imaginar em seus cenários ricamente detalhados.

As Luzes de Setembro se passa em 1937 na Normandia, para onde Irene, sua mãe e irmão se mudam após uma proposta de trabalho de Lazarus, um magnífico engenheiro dono de uma enorme – mágica e macabra – fábrica de brinquedos. Irene, perto dos 15 anos, conhece Ismael, por quem se apaixona e com quem vai viver a história mais tenebrosa e assustadora de sua vida ao tentar desvendar os mistérios que envolvem a magnânima mansão do fabricante de brinquedos.

Já nas primeiras páginas Irene me ganhou. Mais do que isso, comecei a entendê-la e a sentir tudo que sentia. Nessas mesmas primeiras páginas, o engenheiro Lazarus também mereceu um cantinho no peito e nem sei explicar o porquê. Talvez a magia que envolve brinquedos – brinquedos de verdade, sem botões ou manual de instrução – tenha me feito confiar nesse personagem e torcer para que sua intenções fossem as melhores. Porém, às vezes, quando as histórias envolvem brinquedos trazem com elas, além de seu lado mágico e fantástico, o lado macabro, melancólico e pavoroso. Quem nunca sonhou que os brinquedos falam – e festejam e brigam e lutam – enquanto você dorme? Quem nunca ouviu uma fábula sinistra sobre um anjo de madeira ou uma boneca de porcelana? E são essas lembranças de fatos que nunca nem aconteceram que Zafón nos traz à memória.

Devo lembrar, esses quatro livros juvenis não devem – nem haveria como – ser comparados com seus livros adultos. Leiam!, mas leiam para sentir a magia de anos que não voltam, leiam para se deleitar com a incrível evolução do autor, para deixar a nostalgia em primeiro plano, para sentir a época em que ter quinze anos e ser inocente podiam estar juntos na mesma frase, leiam para salivar com as maravilhosas descrições e vivenciar deliciosos e fantasmagóricos lugares, mas jamais leiam esperando A Sombra do Vento, pois ela não virá.

Se eu tentar classificar seus livros juvenis em ordem de preferência teria Marina no topo, seguido de As Luzes de Setembro e depois, empatados, O Príncipe da Névoa (aqui) e O Palácio da Meia-Noite (aqui). Mais que recomendo esse autor que tanto me encantou em A Sombra do Vento e que continua a me encantar, mesmo em seus livros mais simples. Como sempre, um Zafón é sempre um Zafón. 😉

5 corações 5 Estrelas

as luzes de setembro capa


Comprar:

livrariaculturalogo

 

 

 

Sinopse: As Luzes de Setembro – Durante o verão de 1937, Simone Sauvelle fica de repente viúva e abandona Paris junto com os filhos, Irene e Dorian. Eles se mudam para uma cidadezinha no litoral da Normandia, e Simone começa a trabalhar como governanta para Lazarus Jann, um fabricante de brinquedos que mora na mansão Cravenmoore com a esposa doente.

Tudo parece caminhar bem. Lazarus demonstra ser um homem agradável, trata com consideração Simone e os filhos, a quem mostra os estranhos seres mecânicos quecriou: objetos tão bem-feitos que parecem poder se mover por conta própria. 

Irene fica encantada com a beleza do lugar – os despenhadeiros imensos, o mar e os portos – e por Ismael, o pescador primo de Hannah, cozinheira da casa. Ismael tem um barco, entende tudo sobre navegação e gosta de velejar sozinho, até conhecer Irene e vê-la de maiô… Os dois logo se apaixonam.

Entre Simone e Lazarus parece nascer uma amizade. Dorian gosta de ler e, muito curioso, quer entender como os bonecos de Lazarus funcionam. Todos estão animados com a nova vida quando acontecimentos macabros e estranhas aparições perturbam a harmonia de Cravenmoore: Hannah é encontrada morta, e uma sombra misteriosa toma conta da propriedade.

Irene e Ismael desvendam o segredo da espetacular mansão repleta de seres mecânicos e sombras do passado. Juntos enfrentam o medo e investigam estranhas luzes que brilham através da névoa em torno do farol de uma ilha. Os moradores do lugar falam sobre uma criatura de pesadelo que se esconde nas profundezas da floresta.

Em As luzes de setembro, aquele mágico verão na Baía Azul será para sempre a aventura mais emocionante de suas vidas, num labirinto de amor, luzes e sombras.

 

Livros do autor:

 

Romances Juvenis: (para todas as idades rs)

♣ Trilogia da Névoa (podem ser lidos fora de ordem):

#1 – O Príncipe da Névoa (1986) resenha aqui

#2 – O Palácio da Meia-Noite (1998) resenha aqui

#3 – As Luzes de Setembro (2005)

     – Marina (1999) ❤

Romances Adultos:

♣ O Cemitério dos Livros Esquecidos: (eles podem ser lidos como livros independentes, mas é preferível que se siga a ordem ideal)

#1 – A Sombra do Vento (2001) resenha aqui

#2 – O Jogo do Anjo (2008) resenha aqui

#3 – O Prisioneiro do Céu (2012) resenha aqui

#4 – ainda a ser publicado 😉