Os melhores livros lidos em 2015 e Três livros para 2016

Vai chegando essa época do ano e vamos todos fazendo um balanço do que fizemos, do que lemos, dos planos que traçamos, do que cumprimos e do que não conseguimos fazer. Para mim, 2015 foi um ano maravilhoso, o melhor de todos, o ano em que fui mãe pela primeira vez, e por esse mesmo motivo me contive na hora de traçar minhas metas de leitura. No GoodReads me desafiei a ler 40 livros e, vejam bem, parabéns para mim, consegui ler exatamente os 40.

Porém devo confessar que dei um jeitinho e trapaceei um pouco nessa reta final. Escolhi algumas novelas russas com cerca de 100 páginas e uns dois livros infantis para conseguir cumprir a meta. Mas como 2015 foi também o ano dos calhamaços, dos livros de mais de 1500 páginas, então estou perdoada, certo?

Bem, vamos aos melhores de 2015?

Melhor Livro Do Ano {e da vida}: Os Miseráveis, Victor Hugo

os miseráveis martin claret

Que livro fantástico, que autor sensacional! Uma história sobre a condição humana, sobre a consciência de cada um, sobre as injustiças e suas consequências, sobre a vida, sobre a alma… Uma história que toca e marca. Não tenho palavras para descrever meu amor por esse livro, então repito o que escrevi na resenha: todo leitor MERECE esse prazer.

Resenha aqui.

Livro Fofo do Ano: Anne de Green Gables, L. M. Montgomery

anne de green gables capa

Que livro fofo! Que alegria contagiante a dessa protagonista mais que especial. Estive com um sorriso largo e bobo no rosto durante toda a leitura. Anne de Green Gables se tornou um queridinho, daqueles que me deixa com vontade de colecionar edições. rs (Estou devendo resenha, pois foi o último livro lido do ano)

Livro que me Surpreendeu: Juventude Brutal, Anthony Breznican

juventude brutal

Juventude Brutal foi um livro que comecei sem saber o que me aguardava, sem grandes expectativas, achando que não gostaria tanto assim (nem sei o porquê). E então, depois de umas cem páginas lidas ele me fisgou de uma maneira…!!! Que leitura viciante!

Resenha aqui.

 

Escolher os melhores livros nunca é tarefa fácil, pois queremos sempre citar todos os que gostamos. Poderia citar também como ótimas leituras O Amante, de Marguerite Duras (aqui), que estava na minha meta há um bom tempo; O Conde de Monte Cristo, de Alexandre Dumas, livro incrível sobre vingança e o quanto ela destrói a vida de todos os envolvidos; Hotelles: Quarto 1, de Emma Mars (aqui), um romance cheio de intrigas, mistérios e sensualidade; A Morte de Sarai, de J. A. Redmerski (aqui), um thriller com um toque de romance; Um mais Um, de Jojo Moyes (aqui), livro bem simples, comum, mas muito fofo, leve e divertido; Inverno do Mundo, de Ken Follett (aqui), segundo livro da excelente trilogia O século; e por último, mas não menos importante, Madame Bovary, de Gustave Flaubert (aqui), clássico atemporal que fala sobre casamento, traição e felicidade.

 

Três livros para 2016 e Pote de Livros

Para 2016 tenho um desafio E-N-O-R-M-E a cumprir: não comprar livros – ou comprar poucos rs, pois preciso ler os que me aguardam na estante. Para isso, preparei um potinho com os títulos e pretendo sortear a próxima leitura sempre que estiver indecisa – ou sempre que der vontade. Sem muitas regras, para que o hobby não deixe de ser hobby, claro!

IMG_1673

O outro desafio que pretendo cumprir é a leitura de três grandes clássicos: Guerra e Paz, de Tolstói, A Divina Comédia, de Dante Alighieri, e Anna Kariênina, também de Tolstói. São livros que quero ler há bastante tempo, mas sempre me faltava coragem para encarar, por exemplo, as 2500 páginas de Guerra e Paz, ou os versos rebuscados de Dante.

Se a coragem chegou, vamos aproveitar, não é?!

guerra e paz cosac naifyA divina comédia dante aliguieri anna kariênina cosac naify

 

 

 

 

 

 

Aproveito para desejar um Ano Novo maravilhoso para vocês, cheio de amor, paz, sucesso, cheio de boas histórias e boas risadas, cheio de alegria, saúde e bênçãos. Que 2016 nos traga grandes sonhos, histórias sensacionais, livros emocionantes e personagens fortes para florear ainda mais nossos dias.

Muito obrigada a todos que me acompanharam por todo esse ano!

Grande abraço, com carinho,

Caroline Gurgel

2015 2016

 

 

 

8 respostas em “Os melhores livros lidos em 2015 e Três livros para 2016

  1. Olá Caroline, adorei o seu blog, que coisa mais linda e já peguei várias dicas de leitura. Roubei a ideia do potinho de livros, também tenho vários na estante, mas acabei de cair na tentação de comprar um livro este ano. O primeiro de 2016 rs e em dezembro eu já havia comprado mais 3.
    A Divina Comédia está entre os meus desafiadores de 2016 também. Além de ler eu escrevo, gosto de criar histórias e embora sejam bem fantasiosas, eu gosto de deixá-las com alguma questão real, alguma moral, algo para refletir. Que tipo de livros você gosta de ler?
    No meu blog eu coloco alguns textos de autoria própria, se puder passar e comentar eu agradeço muito. Opiniões são sempre bem-vindas.
    Um Beijos
    C.David

    Curtir

  2. Confesso que eu estou apaixonado pela sua lista e que por causa dela a minha lista de livros para ler este ano aumentou muito, mas essa é a vidade quem ama ler, sempre vai ter uma lista onde vai caber mais um, ou mais varios. Adorei o seu blog e já está nos meus favoritos.

    Meu Blog: http://www.umcontainer.com

    Curtir

Deixar um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.